Projeto antitabagismo em escolas passa em 1° turno

Projeto antitabagismo em escolas passa em 1° turno

Vereador Pastor Nelson comemora projeto antitabagismoO projeto de lei que dispõe sobre a realização de campanha antitabagismo em escolas públicas e privadas de Ferraz de Vasconcelos foi aprovado em primeiro turno na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 23. O programa denominado de Bom Ar é de autoria do vereador (foto) José Nelson Ferreira (PRB), o Pastor Nelson. Ex-fumante, ele disse que conhece muito bem a realidade de viciados por fazer um trabalho social há muito tempo.

O Pastor Nelson adianta que, na atualidade, o consumo de cigarro ou tabagismo já é considerado uma doença pediátrica pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em suma, o uso de cigarro por criança e jovens atinge um número assustador. O hábito de fumar começa por uma questão de modismo ou por influência de pessoas adultas. Além de prejudicar a sua saúde, o fumante também causa estrago na pessoa que mantém contato com a fumaça.

No Brasil, calcula-se que mais de 300 mil mortes por ano são decorrentes do tabagismo. Em 2008, o País tinha mais de 24,6 milhões de fumantes habituais com idade a partir de 15 anos. Na época, um estudo apontou que cerca de 90% dos fumantes tornaram-se dependentes da nicotina entre os cinco e 19 anos, o que representava 2,8 milhões de usuários nessa faixa etária. Já a maior concentração de usuários está dos 20 aos 49 anos.

O tabagismo incluindo o passivo é o fator de risco mais comum para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Além disso, o cigarro é o responsável por 95% de casos de câncer de boca. O produto contém, aproximadamente, 4.720 substâncias tóxicas. Por sua vez, o referido projeto de lei deverá ser votado em segunda e última discussão na próxima segunda-feira, dia 30. Depois, o texto segue para sanção do Executivo.

Compartilhe nas Redes Sociais:
Fechar Menu