You are currently viewing Edson Cury participa de encontro de diretórios municipais do PSB em São Paulo

Edson Cury participa de encontro de diretórios municipais do PSB em São Paulo

Vereador Edson Cury (2º esq) e  o presidente estadual do PSB, dep. fed. Márcio França (centro)O ex-presidente da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, vereador (foto-3º esq) Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury, participou do encontro de diretórios municipais do partido, na sexta-feira, dia 09, em São Paulo. Na reunião, os socialistas paulistas discutiram o fortalecimento da legenda nas eleições gerais no ano que vem. No caso, os dirigentes vão lutar para que a sigla eleja o maior número possível de deputados estaduais, federais, senadores e de governadores.

Além disso, no encontro, a cúpula socialista estadual aproveitou a oportunidade para elaborar um texto denominado de “Manifesto Paulista do PSB-SP”. Na prática, o documento revela que 98,03% de diretórios municipais do partido aprovam a candidatura do seu presidente nacional, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a presidente da República, em 2014. A adesão ocorreu em 327 municípios com diretórios regularizados. O resultado será entregue a Eduardo Campos, em Campinas (SP), em breve.

Nas 327 cidades vivem mais de 40,4 milhões de habitantes paulistas, o que correspondem a quase a totalidade de moradores no Estado de São Paulo, ou seja, 41,2 milhões de pessoas. Na média, o apoio à candidatura própria do socialista, Eduardo Campos, a presidente no ano que vem ficou em mais de 96% dos filiados. De acordo com Edson Cury, o diretório municipal de Ferraz de Vasconcelos está entre os que concordam com o lançamento da candidatura ao Palácio do Planalto.

Vereador Edson Cury (1º dir),  ex-vereador de São Vicente (SP), Caio França, o presidente do diretório de FV, Valdemir Barros e a secretária-geral, TonhaPara consolidar a disputa própria à Presidência, em 2014, a Executiva Estadual do PSB, presidida pelo deputado federal, Márcio França apurou ainda que os filiados que ocupam cargos no governo federal deverão deixar os postos até o final de setembro deste ano. Com isso, os socialistas esperam manter a coerência política na hipótese de candidatura contra o Partido dos Trabalhadores (PT), hoje, aliado. O presidente do diretório local (foto-2º esq) Valdemir de Barros Oliveira e a secretária-geral, Antonia Barbosa, a Tonha também prestigiaram o evento, na capital.