You are currently viewing Dupla de médicos falta ao depoimento a CEI do Samu

Dupla de médicos falta ao depoimento a CEI do Samu

Vereadores da CEI do Samu resolvem reconvocar dupla de médicosA médica Aline Monteiro Cury e o seu pai e coordenador afastado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ferraz de Vasconcelos, Jorge Luiz Cury, simplesmente, não aparecer para depor a Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal (foto) que apura o escândalo dos dedos de silicone. Os dois profissionais deveriam ter prestado esclarecimento sobre o caso nesta quarta-feira, dia 17.

Com isso, depois de esperar por um pouco mais de 30 minutos e como a dupla de médicos sequer mandou uma justificativa para o não comparecimento, a comissão aproveitou para fazer uma reunião extraordinária e decidiu convocá-los, de novo, Aline e Jorge Cury para a próxima sexta-feira, dia 19, respectivamente, às 9h e às 11h. Para o presidente da CEI do Samu, Roberto Antunes de Souza (PMDB), ambos estão desrespeitando a investigação.

 Na prática, na hipótese de continuarem faltando às oitivas, a comissão não descarta a possibilidade de solicitar a Justiça à presença de Aline e de Jorge Cury a força, ou seja, de maneia coercitiva pela autoridade policial competente. Mas, neste caso, essa prerrogativa legal só será acionada a partir da terceira convocação, o que já poderá acontecer com a médica Aline Cury, caso não apareça para depor na próxima sexta-feira.

“Estamos apurando de forma séria um crime já consumado. Enfim, queremos apenas encontrar a verdade dos fatos, porém, não iremos hesitar em solicitar a Justiça para que determine a vinda de implicados de maneira coercitiva”, disse Roberto de Souza.  Além de ouvir o depoimento de médicos envolvidos no suposto esquema de fraude no ponto eletrônico do Samu, a CEI pretende ainda notificar outros funcionários do órgão.