Concessão de medalha a policiais é aprovada em 2º turno

O projeto de decreto legislativo concedendo a medalha Vereador João Batista Camilo Neto a nove policiais militares lotados na 3ª Companhia, em Ferraz de Vasconcelos foi aprovado em segunda e última discussão em sessão extraordinária nesta quinta-feira, dia 10. O texto dos vereadores Claudio Roberto Squizato (PSB) e Flavio Batista de Souza (PTB), o Inha tinha sido deliberado em primeiro turno também em sessão extraordinária, em 20 de dezembro passado.

Com a decisão serão agraciados com o tributo por seus relevantes serviços prestados a sociedade local, os cabos Eduardo Fraia, André Luiz, Thiago Ramos, Emerson Antunes, o soldado Ricardo Cardoso e o subtenente Cícero de Oliveira, hoje, comandante da Base Comunitária, no Parque São Francisco. Além disso, a honraria será destinada ainda para os cabos prestes a se aposentarem Antônio Freitas, Edmilson Teixeira e Marcelo Charrua.

Para Claudio Squizato (foto-acima), trata-se de uma justa homenagem a profissionais da segurança pública que dedicam a sua vida para proteger a do próximo. Segundo ele, a meta agora será programar a sessão solene para fazer a entrega da medalha Vereador João Batista Camilo Neto, aliás, ex-vereador da cidade e avô do atual coronel Álvaro Batista Camilo que inclusive já foi o comandante-geral da corporação no Estado de São Paulo. Já Inha (foto) disse que a PM paulista é um modelo para o país.

A concessão da medalha Vereador João Batista Camilo Neto foi criada pela resolução nº 296, de 24 de abril de 1990. Considerada a segunda principal honraria da cidade, a comenda visa recompensar de forma meritória pessoas físicas, jurídicas e a organizações da sociedade civil e militar como é o caso dos nove policiais agraciados. O projeto de decreto legislativo deverá ser publicado pela Mesa Diretora nos próximos dias. A cerimônia de entrega ainda será definida em data oportuna pela Casa.

Por Pedro Ferreira, em 10/01/2019.

Veja Também

Projeto de lei estimula a prevenção ao câncer de pele

O texto foi elaborado, em dezembro do ano passado, porém, por falta de tempo hábil …