Mineiro inclui campanha preventiva em calendário oficial

A campanha nacional de prevenção a acidentes de trânsito, denominada de “Maio Amarelo” deverá fazer parte do calendário oficial de eventos de Ferraz de Vasconcelos, a partir do ano que vem. A inclusão por mais segurança no trânsito foi aprovada em primeiro turno, na segunda-feira, dia 10. Com isso, o texto vereador e vice-presidente da Câmara Municipal, Hodirlei Martins Pereira (PPS), o Mineiro (foto), voltará à pauta na próxima sessão ordinária para depois seguir para sanção.

Para desenvolver as ações do “Maio Amarelo”, a Prefeitura Municipal poderá fechar parcerias com entidades da sociedade civil, órgãos públicos e com a iniciativa privada sem ônus aos cofres locais. Após ser votado em duas discussões e assinado pelo prefeito municipal, José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, o Poder Executivo terá um prazo máximo de 30 dias para fazer a regulamentação da presente lei contados a partir da data de sua publicação.

Para Mineiro, realizar a campanha “Maio Amarelo” não será somente constar no calendário oficial de eventos do município, mas afirmar a luta pela vida de cidadãos em geral e impedir a destruição de famílias inteiras por causa de acidentes de trânsito. “Em resumo, trata-se de um movimento nacional que visa chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices da violência nas vias públicas praticada em sua maioria por motoristas imprudentes”, opina Mineiro.

Ele destaca ainda que o laço amarelo serve para simbolizar a responsabilidade de todas as pessoas para reduzir o número de acidentes de trânsito. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o assunto uma epidemia e, neste caso, medidas preventivas precisam ser adotadas para cada vez mais evitar mortes no trânsito. Os principais fatores são: dirigir sob o efeito de álcool; o excesso de velocidade; não usar o capacete; o cinto de segurança e cadeirinhas.

Por Pedro Ferreira, em 11/09/2018.

Veja Também

Ex-vereador volta a Casa para ser homenageado como secretário

O ex-vereador por dois mandatos consecutivos, de 2009 a 2016, Antônio Carlos Alves Correia, o …