Governador ganha moção de aplauso por liberar recursos

No comando do Estado de São Paulo desde o começo de abril deste ano quando substituiu o presidenciável, Geraldo Alckmin (PSDB), o governador, Márcio França (PSB) receberá uma moção de aplauso da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos. O tributo foi aprovado em única discussão na última sessão ordinária nesse primeiro semestre antes, portanto, do recesso parlamentar de julho, na segunda-feira, dia 25.

Na prática, a concessão da homenagem é um reconhecimento da cidade ao fato de o governador (foto) ter liberado a quantia de R$4 milhões para obras de infraestrutura urbana, ou seja, para o recapeamento de vias públicas e, sobretudo, para operação tapa-buraco. No documento, a Casa reconhece que apesar do pouco tempo a frente do Palácio dos Bandeirantes, Márcio França mantém uma política voltada aos interesses de todos os municípios paulistas independentemente de prefeitos e de partidos políticos.

Um dos autores da moção de aplauso, o vereador (foto) Claudio Roberto Squizato (PSB) disse que o atual governador é um homem público ilibado e, ao mesmo tempo, tem uma carreira política pautada na transparência e na lisura com o dinheiro público. “O Márcio França já administrou a cidade de São Vicente, na baixada santista, por duas vezes, foi deputado federal por dois mandatos consecutivos e vice-governador até assumir o cargo de titular, em abril do corrente”, explica Squizato.

Por sua vez, apesar de votar favorável a matéria, o vereador José Aparecido Nascimento (PT), o Aparecido Marabraz alertou para que o povo ferrazense não seja induzido a perpetuar os tucanos no poder há mais de 20 anos, em São Paulo, já que Márcio França representa o mesmo grupo político. Além de Squizato, também assina a moção de aplauso (foto) Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB). A expectativa é que o documento seja entregue pessoalmente ao governador, em breve.

A outorga do tributo a Márcio França foi comentada ainda pelos vereadores Flavio Batista de Souza (PTB), o Inha, Eliel de Souza (PR), o Eliel Fox, Alexandre Barboza dos Santos (PDT), o Professor Xandão, Renato Ramos de Souza (PPS), o Renatinho Se Ligue, Claudio Ramos Moreira (PT) e Hodirlei Martins Pereira (PPS), o Mineiro. Para eles, liberar verba para o município é uma obrigação, porém, o governador faz jus ao afago.

Por Pedro Ferreira, em 26/06/2018.

Veja Também

Recesso parlamentar deverá começar no próximo dia 1º

Conforme prevê o Regimento Interno (RI) da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, os vereadores …