Squizato quer o Nosso Recanto adotado pela iniciativa privada

Assim como a lei municipal nº 3.244, de 15 de maio de 2015 que instituiu o Programa Adote uma Praça por empresas privadas ou por entidades não ligadas ao poder público, em Ferraz de Vasconcelos, o vereador Claudio Roberto Squizato (PSB) promete trabalhar com afinco para elaborar um projeto de lei similar para beneficiar o Parque Municipal Nosso Recanto, no Jardim Pérola. Hoje, o socialista (foto) acredita que o único espaço de lazer na cidade não está sendo preservado como deveria pela municipalidade talvez por falta de dinheiro e, principalmente, de gestão.

Por isso, a alternativa ideal para viabilizar a sua manutenção permanente seria a Prefeitura Municipal conceder a administração do Parque Municipal Nosso Recanto a empresas particulares ou a entidades não-governamentais podendo inclusive fatiar a área de lazer, ou seja, permitir que um grupo de interessados possa cuidar de um determinado perímetro do lugar. Com isso, poderia ficar mais fácil o fechamento de parcerias. Em compensação, Claudio Squizato lamenta que até a presente data o Poder Executivo ainda não firmou nenhum acordo, no tocante, ao Programa Adote uma Praça.

Vale destacar que durante a segunda gestão do então prefeito, Jorge Abissamra (PSB), o Dr. Jorge, de 2009 a 2012, o Parque Municipal Nosso Recanto passou por um completo processo de revitalização bancado pelo Supermercado Veran que como recompensa pôde fazer a sua publicidade. Já a última manutenção do lugar foi feita por volta de 2015 no governo do ex-gestor, Acir Filló. Em contrapartida, nos últimos anos, a área de lazer (foto) que reúne várias famílias, sobretudo, aos finais de semana e feriados vem sofrendo com a falta de preservação periódica.

A propósito, Claudio Squizato apresentou um texto acrescentando o inciso e o parágrafo único ao artigo 2º da norma citada acima de autoria do ex-vereador, Roberto Antunes de Souza. Na prática, o primeiro trata do plantio e da poda de árvores. Já o segundo estabelece que o cultivo de plantas e a poda de arbustos em praças adotadas só deverão ser realizados após a autorização do Departamento do Verde e Meio Ambiente. A matéria do vereador foi lida na sessão ordinária, na segunda-feira, dia 12. O projeto em tramitação nas comissões competentes deve voltar ao plenário, em breve.

Por Pedro Ferreira, em 13/03/2018.

Veja Também

Ex-vereador volta a Casa para ser homenageado como secretário

O ex-vereador por dois mandatos consecutivos, de 2009 a 2016, Antônio Carlos Alves Correia, o …