Especialistas alertam para o preconceito contra dependentes

Especialistas em dependência química que aflige a sociedade em geral discutiram o assunto durante o 1º Fórum Municipal de Discussão sobre Prevenção ao Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas nesta sexta-feira, dia 15 (centro) na Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos, no centro. Para eles, a comunidade precisa compreender que trata-se de uma doença  e, portanto, tem de enfrentar o problema sem nenhum tipo de preconceito.

 O presidente da Associação Faces e Vozes da Recuperação no Brasil, entidade criada, em março de 2015, na capital paulista, Alexandre Araujo disse que o consumo de entorpecentes tem solução e, para tanto, basta o usuário ter uma oportunidade para poder fazer o seu tratamento. Segundo ele, é necessário pensar em estratégias para promover a prevenção e não continuar ignorando o tema por considerar um hábito normal usar estimulantes.

Por isso, ele (centro) defende a adoção de programas de capacitação de agentes multiplicadores. Ainda, para o psicólogo, a proliferação das drogas está centralizada no acesso fácil, na disponibilização e no preço barato. No Brasil, um estudo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) indica a existência de 28 milhões de dependentes químicos. Desse total, 90% dos usuários abandonam o tratamento em menos de um ano.

Já o psicólogo do Programa Recomeço Família no Centro de Integração da Cidadania (CIC), no Parque São Francisco, em Ferraz de Vasconcelos, Celso Vinicius Souza da Silva (foto-abaixo) afirmou que a maioria do dependente químico só pede ajuda para cuidar  do vício de forma tardia. Além disso, ele acrescenta que o próprio usuário não admite a dependência química como uma doença. Para Celso Souza, a sociedade precisa parar de julgar as pessoas nessas condições. Afinal, todos sofrem.

 O especialista lamenta a falta de diálogo no convívio familiar. Por outro lado, o evento preventivo foi organizado pelo ativista da causa, palestrante e morador no Parque São Francisco, (1º dir-acima) José Simões Duarte. De acordo com ele, será elaborado um relatório sobre o assunto a ser encaminhado para as autoridades competentes. O fórum recebeu o apoio da Igreja Evangélica Adoração e Fé (EAF), de Ferraz de Vasconcelos. Por isso, ele agradece a presença de todos.

                                                                                 Presenças

O ato reuniu os vereadores Alexandre Barboza dos Santos (PDT), o Professor Xandão, José Nelson Ferreira (PRB), o Pastor Nelson, Renato Ramos de Souza (PPS), o Renatinho Se Ligue, Hodirlei Martins Pereira (PPS), o Mineiro, José Aparecido Nascimento (PT), o Aparecido Marabraz, Claudio Roberto Squizato (PSB) e Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB). Além deles, também compareceram ao evento, o presidente do Conselho Municipal de Saúde (Comus), Derli Machado, o Gaúcho, do Idoso, Valter de Souza e da Associação Comercial e Industrial (Acifv), Daniel Balke, entre outras, convidados.

Por Pedro Ferreira, em 15/12/2017.

Veja Também

Vereador Nicolas é escolhido o líder da bancada do PSB

O vereador Agílio Nicolas Ribeiro David (PSB), foi eleito o líder da legenda na Câmara …