Ferraz tenta fechar parceria para resolver problemas na divisa

A promessa seria que a Prefeitura Regional do Itaim Paulista consertaria parte do asfalto da Avenida Luiz Rosa da Costa, justamente, por ter quebrado um trecho do muro de contenção do Córrego São João em frente ao número 273 da mesma via pública no bairro Cidade Kemel, divisa com Ferraz, em fevereiro deste ano, porém, as obras ainda não saíram do papel. Na segunda-feira, dia 4, o assunto voltou a ser tratado durante reunião (foto) na zona leste entre o vereador Claudio Ramos Moreira (PT), o secretário de Obras, Antônio Carlos dos Santos Ferreira, o Carlinhos e o prefeito regional, José Denycio Pontes Agostinho.

Na audiência, ficou decidido que a Prefeitura Regional do Itaim Paulista vai apressar o trabalho de limpeza no local e, em contrapartida, a Prefeitura Municipal de Ferraz de Vasconcelos assumiu o compromisso de elaborar um projeto e promover o levantamento do custo financeiro da obra. Depois dessa etapa, as duas prefeituras pretende agendar um encontro com técnicos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para encontrar uma solução para o problema que vem colocando em risco a vida de moradores próximos, pedestres e motoristas.

Para as autoridades locais, a falta de conservação do Córrego São João afluente do Riacho Três Pontes deixa os munícipes numa situação caótica e, ao mesmo tempo, muito preocupante, principalmente, com a proximidade do período chuvoso. Por isso, o vereador Claudio Ramos e o secretário Carlinhos consideram de suma importância o fechamento da parceria com a Prefeitura Regional do Itaim Paulista. Afinal de contas, o Córrego São João corta as duas cidades e, portanto, exige também ações conjuntas. Na prática, a união de esforços neste momento é a melhor saída para sanar o impasse.

Além disso, o possível acordo com a Prefeitura Regional paulistana supre ainda a falta dinheiro por parte de Ferraz de Vasconcelos incluindo aí o sucateamento de todo o maquinário da municipalidade, ou seja, a administração da cidade não tem a mínima condição de arcar sozinha com o reparo do asfalto da Avenida Luiz Rosa da Costa, o conserto do muro de arrimo e o serviço de limpeza (foto) do Córrego São João. “Na realidade, fomos buscar ajuda de São Paulo”, dizem Claudio Ramos e Carlinhos. O morador do bairro Cidade Kemel Raimundo Joca também acompanhou todo o desenrolar da reunião.

Por Pedro Ferreira, em 05/12/2017.

Veja Também

Marcos BR aumenta verba da Educação para reformar prédio

A Secretaria da Educação de Ferraz de Vasconcelos terá a sua previsão financeira para 2018 …